Blog

24 de julho

Quiropraxia e prevenção de quedas em idosos

#Quiropraxia na terceira idade

“As quedas representam mais de 80% das internações hospitalares relacionadas a lesões em pessoas com mais de 65 anos e são a principal causa de morte relacionada a lesões em idosos”

Um estudo publicado recentemente mostrou que 12 semanas de tratamento quiroprático em um grupo de pacientes mais velhos resultaram em melhorias em suas funções sensoriais e motoras que são importantes para o risco de quedas, bem como a melhoria do componente físico da qualidade de vida. O estudo foi realizado na Nova Zelândia por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Quiropraxia na Faculdade de Quiropraxia da Nova Zelândia, da Universidade de Auckland e do Instituto de Tecnologia da Universidade de Ontário. 

Esses fatos forneceram uma grande motivação para o Dr. Holt progredir nesse fluxo de estudos. “As quedas geralmente são causadas por uma quebra na função sensório-motora que pode ocorrer com o envelhecimento”, diz ele. “Nossa pesquisa anterior sugere que, quando ajustamos nossos pacientes, isso melhora sua função sensório-motora, então eu senti que havia um papel potencial para os quiropráticos ajudarem a prevenir quedas em pessoas mais velhas. Eu quero descobrir se esse é o caso.

Os resultados desse estudo foram publicados recentemente no Journal of Manipulative and Physiological Therapeutics.   

Ele baseia-se no trabalho que fiz através do resto do meu doutorado, que olhou para o que já sabemos sobre quiropraxia, equilíbrio e quedas. Também se baseia em nosso outro trabalho de pesquisa anterior que demonstrou que quando ajustamos pessoas mais jovens, vemos mudanças na função sensório-motora, como o senso de posição articular, a maneira como o cérebro processa informações sensoriais e controla a função muscular. Neste estudo, queríamos ver se poderíamos mudar a função sensório-motora de uma maneira que pode ser importante para reduzir o risco de quedas ”.

Felizmente, o estudo de risco de quedas produziu resultados positivos. Ele analisou 60 participantes residentes na comunidade com idade acima de 65 anos. Os participantes receberam tratamento quiroprático de um dos doze quiropraxistas, todos os quais tiveram que ser registrados no Conselho de Quiropraxia da Nova Zelândia e que tinham que ter um endereço de prática permanente. Isso significava que eles verificaram e ajustaram os pacientes de acordo com seus próprios protocolos. Que considerassem necessário para oferecer o melhor atendimento.

Em comparação com o grupo de controle, aqueles que receberam tratamento quiroprático melhoraram significativamente. Isso mostra um impacto potencial da quiropraxia na propriocepção, ou a capacidade do cérebro de saber onde o corpo está no espaço.

Houve também uma melhora significativa na marca de 12 semanas para o tempo de resposta escalonado, mostrando um aumento da função sensório-motora, em comparação com o grupo controle. O achado interessante com a tarefa de escolha do tempo de reação foi que não houve melhora no grupo de quiropraxia durante as primeiras 4 semanas, eles só começaram a melhorar após 4 semanas de tratamento. 

“12 semanas de tratamento quiroprático resultaram em melhorias em alguns fatores que são importantes para o risco de quedas (função sensorial e motora), bem como na melhoria do componente físico da qualidade de vida de pacientes idosos”.

Texto e imagem retirados de:

https://spinalresearch.com.au/chiropractic-care-falls-prevention-older-people/

Categorias: Terceira Idade

autor

Clínica Mais Coluna