Blog

25 de janeiro

Preste atenção no seu sapato de salto alto

Elegante, bastante requisitado em eventos importantes, peça chave no guarda-roupa da mulher… esse é o salto alto! Mas calma lá! Ele é elegante, faz sucesso, porém tem suas contraindicações, nas quais aliás, é preciso prestar muita atenção!

O que o salto alto pode impactar na nossa saúde?
O uso se repercute na pisada, no joelho, na tíbia, no quadril e óbvio, na coluna vertebral. Por exemplo, estudos afirmam que o uso contínuo de salto alto faz com que os músculos da panturrilha se encolham e atrofiem e por isso, quem os usa sempre sente dores ao passar para um sapato baixo.

Além disso, os saltos altos não dão estabilidade porque empurram o centro de gravidade pra frente, forçando a coluna, e ainda são grandes causadores das entorses (torções) e da fascite plantar. A fascite plantar é uma causa bem comum de dor no calcanhar e acontece pela inflamação da fáscia plantar (o ‘ite’ de ‘fascite’ significa inflamação), um tecido que fica na sola do pé que conecta o osso do calcanhar aos dedos. Ela ocorre quando a sola é muito requisitada por esforços repetitivos, como durante o uso de salto alto. Os primeiros sintomas são dores no calcanhar, nas pernas e na coluna lombar.

O salto não prejudica somente a nossa saúde vertebral, não. Ele afeta também nossa circulação, causando as temidas varizes, além de outros problemas articulares e musculares, como joanetes.

E o que se pode usar?
Não importa se for agulha, anabela ou plataforma, se o salto tiver mais de 3 cm já começa a causar problemas físicos, e claro, quanto mais cedo se começar a usar, mais cedo surgem os efeitos colaterais. O ideal é um salto de 2 a 3 cm acima do piso. Contudo é importante a gente destacar que as sandálias rasteiras não são recomendadas pois não têm acolchoamento para suportar os impactos no calcanhar.

Bom meninas, o saltinho dá aquele “charme”, mas pensemos na nossa saúde: a dorzinha chata do pé no final da noite ninguém merece, né? Então, está aí mais uma motivação na troca do salto alto para algo mais baixo e confortável. É claro que não precisamos nos negar a usar salto, podemos usá-los moderadamente sem problemas. É só evitar usá-los se formos caminhar ou ficar em pé por muito tempo.

Meninas, sem drama! Dá pra arrasar com salto baixo e delicado.

Categorias: Mulher

autor

Clínica Mais Coluna