Blog

25 de janeiro

Conheça a Kinesio Tapping

Você sabe o que são aquelas fitas coloridas que os atletas usam espalhadas pelo corpo? Não? Então hoje vamos explicar sobre mais uma técnica utilizada na Quiropraxia Esportiva: A KinesioTaping ou Bandagem Elástica.

O método KinesioTaping foi inventado pelo Quiropraxista Dr. Kenzo Kase na década de 70 no Japão, com o objetivo de ser um tratamento auxiliar entre as sessões de Quiropraxia. Para isso, ele desenvolveu a bandagem elástica, primeiramente utilizada em clínicas de reabilitação, que tomou proporções internacionais devido a sua utilização nas Olimpíadas de 1988 em Seoul, sendo introduzida nos EUA em 1995, e na década seguinte no Brasil. Nas Olimpíadas de Beijing, em 2008 mais de 200 atletas utilizaram durante a competição.

Segundo o Dr.Kenzo, os resultados esperados são:

  • Diminuição da dor e da sensação de desconforto;
  • Promoção de suporte durante a contração muscular;
  • Diminuição da congestão do fluxo linfático;
  • Ajuda às correções dos desvios articulares;
  • Promoção de estímulos e aumento da propriocepção, ou seja, a consciência corporal. Você fica mais atento aos seus movimentos.

O sucesso desta técnica está associada as particularidades da fita de bandagem. Ela possui características elásticas (130-140% próximo do tecido muscular) e expande-se apenas em 1 sentido. Também é bastante confortável por possuir característica delgada (espessura e peso similares a pele), porosa (permitindo as trocas gasosas) e é confeccionada em algodão (alta tolerabilidade da pele). A KinesioTaping possui ainda uma cola sensível ao calor e não tem princípios ativos (medicamentos).

Mas não se confunda. A KinesioTaping não tem função de imobilização. Ela é hipoalérgica, à prova d’água e conta com a vantagem de poder ser utilizada 24hrs por dia durante 3 a 4 dias seguidos.

Vale a pena ressaltar que a aplicação da bandagem deve ser feita por um profissional especializado. Caso contrário, pode não surtir o efeito desejado. De acordo com o resultado desejado, mudam as direções, a posição, a tensão e o corte da fita. Cada objetivo pede uma colocação diferenciada.

Lembrando que a bandagem elástica não serve apenas para atletas, ela pode ser aplicada em qualquer pessoa e de qualquer idade. Veja algumas das aplicações em pacientes da Mais Coluna:

Aplicação nas costas

Aplicação na parte superior das costas

Categorias: Atividade Física

autor

Clínica Mais Coluna