Blog

25 de janeiro

Explicando a Quiropraxia Esportiva

Das especialidades quiropráticas que mais se desenvolveram nos últimos dez anos, destaca-se a Quiropraxia Esportiva, ratificando a importância do trabalho realizado na área de competição, seja observando diretamente a dinâmica dos atletas, seja em consultório buscando a reabilitação. Problemas como:

  • Fadiga muscular;
  • Distúrbios de coluna;
  • Dores de cabeça;
  • Articulações dos membros.

Todos podem ser perfeitamente tratados. Seja na prevenção e tratamento de lesões ou melhora de desempenho, o Quiropraxista esportivo tem como principal área de atuação a coluna vertebral e as extremidades: membros superiores e inferiores. Estudos mostram que a coluna vertebral pode comprometer a função das extremidades, pois transmite e absorve forças entre os membros superiores e inferiores. Por outro lado, as disfunções que ocorrem nas extremidades podem influenciar na coluna vertebral e consequentemente causar prejuízo à performance atlética. Um bom exemplo é o aumento da amplitude de movimento nas articulações dos ombros para nadadores e sacroilíacas, joelhos e dos tornozelos para corredores que pode representar a diferença entre o sucesso e o fracasso para um atleta amador ou profissional.

A frequência de tratamento para o atleta amador ou profissional vai variar de acordo com sua prática e também de seu objetivo. No caso de uma reabilitação, as consultas acabam tendo um pequeno intervalo entre uma e outra, já no caso da prevenção as sessões de Quiropraxia serão mais espaçadas, porém mesmo não estando no consultório esses pacientes sempre são instruídos a fazer alguns exercícios de alongamento/fortalecimento diariamente.

Se você é atleta ou pratica esportes regularmente marque sua consulta e mantenha o hábito de ajustar-se. E, se você não é atleta profissional, mas bate uma bolinha aos finais de semana, a importância de se ter um cuidado com a saúde de suas articulações também é grande, já que seu corpo pode não estar acostumado e atletas amadores não costumam ter o apoio de profissionais de saúde que atletas profissionais têm.

Categorias: Atividade Física

autor

Clínica Mais Coluna