Blog

03 de abril

20 situações dentro de casa que podem lesionar a sua coluna

Muitas são as situações que podem causar problemas na coluna vertebral. O que muitos não sabem é que uma grande parte das causas estão mais próximos de nosso cotidiano do imaginamos.

A seguir, listamos uma série de situações que podem causar lesões na coluna:

1) Lavar os pés durante o banho:

Descrição: Quando lavamos estas regiões, encurvamos a coluna para frente e muitas vezes ficamos em apoiados em uma perna só, sobrecarregando a região lombar. Os riscos se agravam se o piso for escorregadio, podendo gerar quedas.

Consequências: Lombalgia, Dor Ciática

Prevenção: Abaixar completamente com a ajuda quadril e joelhos, não apenas com a coluna vertebral. Em paralelo, manter sempre a coluna ereta. Uma outra forma é ter um banquinho para apoiar o pé que será lavado caso o piso não seja escorregadio.

2) Pentear, escovar e/ou secar o Cabelo:

Descrição: No caso de muitas mulheres, pentear e secar o próprio cabelo leva a uma posição de lateralização/inclinação da cabeça em amplitudes muito altas. Além disso, sempre tem um lado mais fácil de arrumar o cabelo do que o outro, gerando vícios posturais do pescoço. No ato de escovar, o cabelo é puxado do couro cabeludo, levando a uma maior tensão do pescoço que vai resistir ao mecanismo de puxada

Consequências: Torcicolos, dor de cabeça, dor no ombro

Prevenção: evitar inclinação por muito tempo da cabeça e manter sempre o pescoço alinhado, em posição neutra. 

3) Escovar os dentes 

Descrição: Muitas pessoas ao escovar os dentes e lavar o rosto pela manhã acabam inclinando muito o corpo sobre a Pia, e isso pode gerar sobrecargas na coluna, principalmente pela manhã. Quando acordamos, nossos discos costumam ficar mais inchados e os ligamentos ficam mais tencionados  Movimentos de flexão nos 30 primeiros minutos do dia podem estressar mais estes ligamentos.

Consequências: Lombalgia, Dorsalgia, Cervicalgia.

Prevenção: Evitar encurvar nos primeiros 30 minutos do dia, manter a coluna ereta ao escovar os dentes e flexionar apenas na hora de cuspir, apoiando um dos braços sobre a pia. Ficar o mínimo possível com encurvado.

4) Sentar no vaso sanitário:

Descrição: A Ação de evacuar passa a trazer risco para a coluna vertebral quando adotamos uma postura também muito encurvada, retificando a lombar e em alguns casos, gerando até uma inversão do arco. Além disso, com o esforço durante a evacuação associado ao excesso de encurvamento lombar pode causar danos ainda maiores.

Consequências: Lombalgia, dor ciática

Prevenção: Manter a coluna ereta sempre e usar um tablado para apoiar os pés a fim de facilitar a saída das fezes sem causar muita contração abdominal.


5) Vestir roupas baixas:

Descrição: Quando vestimos roupas baixas (calça, saias, cueca, calcinha, meia), muitas vezes inclinamos muito o trono e por diversas vezes, apoiamos apenas um pé no chão, desequilibrando-se e podendo até sofrer quedas. Esta inclinação excessiva enquanto o corpo se equilibra em apenas um pé pode degelar serias sobrecargas na coluna vertebral

Consequências: Lombalgia, dor Ciática

Prevenção: Realizar esta ação sempre sentado, e dependendo, ter um tablado para apoiar o pé para evitar flexões do trono de forma excessiva.

6) Fazer a própria unhaDescrição: A ação de fazer a própria unha obriga a cabeça a flexionar de mais e por muito tempo. A cabeça flexionada força as estruturas que estabilizam a coluna cervical, podendo gerar lesões  na mesma. Se for a unha do pé, a sobrecarga é ainda maior

Consequência: Cervicalgia, Dor de cabeça, Dor costovertebral, lombalgia, dor ciática.

Prevenção: Manter a coluna ereta, apoiar as mãos em uma mesa mais alta a fim de evitar flexões excessivas. Como é uma ação trabalhosa e que demanda longo período de execução, um conselho alternar de posição ou até mesmo fazer em partes.

7) Varrer o chão:

Descrição: Muitas pessoas ao varrer o chão, inclinam muito o tronco, tanto para frente quanto para trás.Consequência: Lombalgia, dor no ombro, Dorsalgia Dor ciática

Prevenção: Substituir o cabo da vassoura por outro que seja mais longo, manter a coluna ereta e utilizar mais os movimentos das articulações dos membros inferiores. Fazer esta atividade em partes também ajuda a evitar exaustes musculares.

8) Passar pano no chão:

Descrição: Muitas pessoas ao passar pano no chão com rodo, inclinam muito o tronco para frente, sobrecarregando a parte de trás da região lombar. Além disso, para molharem o pano no balde e torcerem, fazem de forma inclinando, aumentando ainda mais os riscos.

Consequência: Lombalgia, dor no ombro, dorsalgia, Dor ciática

Prevenção: Substituir o cabo do rodo por outro que seja mais longo, manter a coluna ereta e utilizar mais os movimentos das articulações dos membros inferiores. Abaixar com a ajuda dos joelhos e quadril, mantendo a coluna ereta para manusear o pano no balde. Fazer esta atividade em partes também ajuda a evitar exaustes musculares.

9) Estender roupa 

Descrição: Pendurar ou retirar roupas do varal quando estão muito altos, podem gerar sobrecarga na coluna e ombros. Isso se deve ao fato de causarmos um excesso de extensão do trono e por ficarmos com os braços altos comprimindo a região dos ombros.

Consequência: Dor no ombro, Dor costo-vertebral, Lombalgia

Prevenção: Deixe sempre o varal na altura do peito. Além disso, as roupas que serão colocadas ou retiradas devem estar também em uma mesa para evitar flexões.

10) Passar roupa

Descrição: A atividade de passar roupa nem sempre é curta. Quando ficamos muito tempo em pé acabamos usando muito e apenas um grupo de músculos que fadigam por consequência. 

Consequência: Lombalgia e dor ciática

Prevenção: Colocar um tablado para apoiar um dos pés, alternando-os 30 em 30 minutos. Além disso, se tiver muita roupa para passar, recomenda-se fazer em partes.

11) Arrumar as gavetas ou armáriosDescrição: Geralmente as gavetas ficam em locais baixos, que nos obriga a flexionar o tronco para manusear. Esta posição sobrecarrega a coluna vertebral quando apenas ela é exigida para completar a ação

Consequência: Lombalgia

Prevenção: Manter a coluna ereta e flexionar o quadril e joelhos no ato de pegar algo da gaveta, abrir ou fecha-la.  Em alguns casos, é possível escorar uma mão enquanto a outra pega.

12) Fazer faxina pesada em casaDescrição: A faxina pesada envolve passar pano nos móveis, limpar embaixo dos móveis e esfregar. Estes movimentos não possuem um padrão postural e geralmente, principalmente conforme o cansaço e a pressa dominam, os erros posturais aumentam.

Consequências: Dores generalizadas na coluna vertebral

Prevenção: Durante as atividades, manter sempre o eixo da coluna vertebral firme, e utilizar todas as articulações do corpo de forma a não deixar tudo por conta da coluna. O descanso é importante e fazer em partes esta atividade é sempre bem-vindo.

13) Lavar roupa no tanque

Descrição: Esta ação exige longo período em pé e o medo de molhar a própria roupa faz com que não encostemos no tanque e aumente a inclinação do tronco. Esta posição pode causar exaustão dos músculos que seguram a coluna.

Consequências: Lombalgia e Dor ciática.

Prevenção: Sempre encostar a barriga no tanque e apoiar um dos pés em um tablado, alternando-os. Uma outra dica que sempre ajuda é de fazer em partes caso tenha muita roupa para lavar. 

14) Praticar jardinagem abaixado

Descrição: O manuseio de vasos, sacos de terra, e plantio muitas vezes exige que fiquemos abaixados por muito tempo. Esta posição pode gerar impactos na coluna, principalmente quando pegamos peso ainda nesta posição.

Consequências: Lombalgia, dorsalgia, dor costo-vertebral, dor ciática

Prevenção: Evite ficar abaixado de cócoras, e use um banquinho baixo com encosto para poder trabalhar. Uma dica muito boa é trabalhar com vasos pequenos em cima da mesa, a fim de não inclinar muito o tronco. Fazer em partes também é sempre bem vindo. Na hora de carregar um vaso, sempre peça ajuda e evite torções do tronco enquanto pega um peso.

15) Cozinhar

Descrição: Cozinhar é sempre uma atividade que exige muito tempo em pé com a cabeça flexionada. Seja para cortar, picar, mexer. O excesso de tempo em pé e o longo período com a cabeça flexionada podem gerar sobrecargas na coluna

Consequências: Lombalgia, Dorsalgia, Do Costo-Vertebral, Cervicalgia

Prevenção: Use sempre um tablado quando ficar muito tempo em pé para apoiar um dos pés, alternado-os. Além disso, mantenha a coluna ereta e evite ficar com a cabeça muito flexionada. Sempre que possível, reveze com a posição sentada. O ideal é que em 30 em 30 minutos a posição seja trocada.

16) Lavar louça

Descrição: Esta é uma ação que pode prejudicar a coluna quando se tem muita louça para lavar e que exija um período maior lavando. Uma outra complicação é quando a bacia da pia é muito funda e exija que o corpo inclina muito para pegar pratos e panelas no fundo da pia

Consequências: Cervicalgia, dorsalgia, Lombalgia e dor ciática

Prevenção: Use sempre um tablado quando ficar muito tempo em pé para apoiar um dos pés, alternado-os. Além disso, mantenha a coluna ereta e evite ficar com a cabeça muito flexionada. 

17) Sentar no sofá para assistir TV

Descrição: O sofá é um dos móveis preferidos e quando sentamos, é comum ficarmos longo período deles, de forma esparramada e com posturas viciosas. Dependendo do tipo de sofá, pode ser mais desconfortável para a coluna e causar grandes problemas para a coluna. Quando se trata de ver um filme, uma série, geralmente o longo período sentado no sofá é certo, e necessita de alguns cuidados para preencher as curvas da coluna durante esta postura.

Consequências: Cervicalgia, dorsalgia, lombalgia, dor ciática.

Prevenção: Coloque sempre um travesseiro na região lombar para dar apoio para esta curva, evite deitar com a cabeça no braço do sofá, evite sentar em cima da perna. Mantenha sempre a coluna ereta e evite vícios posturais de inclinar sempre para um lado preferido. Se o filme for longo ou quiser assistir mais de um capitulo de suas séries preferidas, levante para quebrar o padrão postural e depois volte a sentar.

18) Deitar para dormir

Descrição: Quando ficamos deitados por um período muito grande (acima de 8 horas) podemos causar exaustão dos músculos da coluna, além disso, a postura de deitar deve sempre ser muito respeitada. A pior posição é a de barriga para baixo, causando tensão muscular e torção do pescoço. Além disso, o tipo de colchão e travesseiro podem influenciar significativamente na qualidade do seu sono e na saude da coluna vertebral.

Consequências: Lombalgia, Dorsalgia, Dor no ombro, Cervicalgia.

Prevenção: A melhor postura no sono é a deitada de lado com um travesseiro entre as pernas, um na cabeça que seja da altura entre o pescoço e o ombro, e outro travesseiro que possa abraçar. Na realidade, o ato de deitar para dormir é muito mais complexo do que parece e necessita de uma boa estratégia para posicionar a coluna de forma que preserve os arcos da coluna e evite torções.

19) Sentar em banquinho sem encosto

Descrição: As vezes escolhemos banquinhos sem encosto e ficamos longo período neles. Este tipo de banco deve ser usado por períodos curtos pois o fato de não haver apoio para as costas, acelera o processo de exaustão muscular da coluna e sobrecarrega os ligamentos e articulações da coluna.

Consequências: Lombalgia, Dorsalgia, Dor no Ombro, Cervicalgia.

Prevenção: Evite ficar longos períodos neste tipo de banco e alterne 30 em 30 minutos entre a posição sentada e em pé.

20) Carregar sacola de compras da feira/supermercado

Descrição: Carregar sacolas de compras, quando pesadas, e com apenas um braço, pode gerar sobrecargas e desequilíbrios na coluna vertebral. 

Consequências: Dor no ombro, lombalgia, dor costo-vertebral, ciático

Prevenção: É sempre muito importante distribuir bem os peso entre os braços e quando colocar as sacolas no chão, descer com todo o corpo e não apenas com a coluna.

Categorias: Postura

autor

Clínica Mais Coluna